Dicas muito importantes:

Como cuidar do pai e da mãe idosos sem colocar em risco seu patrimônio

Por Chris Taylor – 03/12/2015

Para 59% dos americanos, cuidar de pais idosos e mais difícil que cuidar de filhos.

 

Durante anos Madeleine Smithberg esteve na vanguarda da comédia americana como uma das criadores do “The Daily Show”, e como coordenadora de talentos do “Late Show with David Letterman”. Esse senso de humor lhe foi especialmente útil nos últimos anos. Isso porque Madeleine teve que lidar com o pai e a mãe idosos, que entraram em declínio acelerado. “É de partir o coração”, diz ela, 56 anos, que comanda uma produtora em Los Angeles. “E mesmo assim é uma coisa invisível porque ninguém fala sobre o  assunto.”

Lidar com um pai ou mãe idoso já é difícil o suficiente, esteja você ajudando­o a percorrer o complexo sistema de saúde americano, pagando por um centro de vida assistida ou lutando com a deterioração cognitiva desse ente querido. Mas o estresse emocional e financeiro pode mais que dobrar se você estiver cuidando do pai e da mãe ao mesmo tempo.

“É como cuidar de bebês”, diz Madeleine, cujo pai faleceu em 2014, depois que ela mudou para a casa dos pais em Los Angeles. “Eles sentem calor, sentem frio, ficam com fome, fazem perguntas repetitivas e suas necessidades se tornam a coisa mais importante do mundo naquele segundo… O maior desafio de todos é não perder a  paciência.”

Segundo um novo estudo da Northwestern Mutual, a comparação com cuidar de uma criança é válida: 59% dos americanos acham que cuidar dos pais com idades entre 85 e 90 anos seria mais difícil do que cuidar de duas crianças com 3 e 5 anos. Os cuidadores podem também ter seus próprios filhos. Neste caso, não se trata apenas da “Geração Sanduíche” ­ o problema triplica.

O estudo da Northwestern Mutual constatou que 38% dos pesquisados não têm nenhum planejamento financeiro para cuidar dos pais idosos. Os custos podem ser gigantescos: o custo médio com uma unidade de vida assistida nos EUA hoje está em US$ 43.200 por ano, segundo revelou a seguradora Genworth Financial em seu estudo    anual “Cost of Care”. Um quarto particular em uma casa de repouso? Custa US$  91.250.

Isso é mais do que suficiente para estourar qualquer plano financeiro. A seguir, conheça alguns conselhos sobre como você pode cuidar de seus pais sem entrar em falência.

 

Cuidados de longo prazo

“Cuidados de longo prazo, cuidados de longo prazo, cuidados de longo prazo.” Este é um conselho simples de Madeleine. Seu pai fez um seguro para si próprio e a esposa, que ela classifica de “a melhor coisa que ele fez na vida”.

O seguro para cuidados de longo prazo cobre despesas com casas de repouso ou cuidados domésticos se você ficar incapacitado ­ coisas que o Medicare [programa de seguro de saúde do governo americano] no geral não cobre. A cobertura, como os cuidados, pode ser muito cara e certamente não cobriu todos os custos de vida assistida dos pais de Madeleine. Mas, juntamente com os seguros de vida dos pais, a apólice evitou que ela recorresse às suas próprias economias para cuidar deles.

 

Tenha uma conversa

Com a proximidade das festas de fim de ano, esta é uma das poucas épocas do ano em que famílias espalhadas tendem a se encontrar em um único lugar. Não perca essa oportunidade para discutir as expectativas de coberturas de seus pais, caso eles fiquem doentes. Descubra se eles têm diretrizes antecipadas ­ documentos que explicam quais tratamentos eles teriam ou não na eventualidade de uma doença muito grave. Estabeleça quem terá uma procuração caso eles precisem de alguém para tomar decisões  importantes.

“É a hora perfeita para se ter esse tipo de conversa”, diz Kamilah Williams­Kemp, vice­presidente de cuidados de longo prazo da Northwestern Mutual. A avó de seu esposo viveu até os 102 anos e sua sogra foi diagnosticada com mal de Parkinson.

 

Considera a hipoteca reversa

As hipotecas reversas permitem aos donos de imóveis com 62 anos ou mais contrair empréstimos dando a casa como garantia e receber uma soma total, uma série de cheques mensais ou uma linha de crédito que pode ser acessada quando necessário. O lado bom de uma hipoteca reversa? Com o banco pagando a você todo mês, em vez do contrário, esse cheque poderá ajudar a cobrir os custos de um enfermeiro para cuidar do pai ou da mãe em  casa.

Tom Davidson, um planejador financeiro de Columbus, Ohio, está trabalhando com uma mulher de 90 anos cuja filha voltou para casa para cuidar dela. “Uma hipoteca reversa pode ajudar a compensar a filha pelo salário que   ela perdeu ao deixar o emprego”, diz Davidson.

O lado ruim, é claro: A casa da família vai acabar se tornando propriedade do  banco.

 

Consiga ajuda

Seu primeiro reflexo enquanto filho (ou filha) pode ser o de largar tudo e passar a cuidar das necessidades dos pais. Mas se isso vai lhe custar sua carreira, é melhor pensar nas consequências da decisão­ suas próprias poupanças para a aposentadoria, as necessidades de seus filhos e até mesmo sua   sanidade.

Com os americanos vivendo mais ­ 76,4 anos em média para os homens e 81,2 anos para as mulheres, segundo o National Center for Health Statistics ­, esse é um desafio familiar que não terminará em pouco tempo. Kristi Sullivan, uma planejadora financeira de Denver, recomenda contratar um gestor de casos para fazer o trabalho pesado.

“Por um honorário, essas pessoas podem cuidar rapidamente de tarefas que você levaria horas para realizar ­ agendar consultas médicas, cuidar das despesas médicas e lidar com o seguro, ajudar a encontrar uma boa casa de repouso ou um meio de prestar os cuidados em casa”, diz Kristi. “Gastar dinheiro assim pode parecer dispendioso, mas é bem melhor do que protelar a carreira para se tornar um cuidador em período integral.” (Tradução de Mario Zamarian)

 

Chris Taylor é colaborador da Reuters. As informações contidas neste texto refletem as opiniões do autor e não as da Reuters ou do jornal Valor Econômico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s